Dr Hallim - Dicas de cuidados com os olhos para quem faz uso frequente de telas
Dr Hallim - Dicas de cuidados com os olhos para quem faz uso frequente de telas

Dicas de cuidados com os olhos para quem faz uso frequente de telas

A Youtuber e streamer Malena Nunes e o colunista Pedro Dória conversaram comigo sobre como o uso de telas afeta a saúde da visão.

Os itens eletrônicos no dia a dia explodiu nos últimos tempos, de celulares a computadores, intensificou a exposição dos olhos à luz das telas, principalmente a luz azul.

Assim, nossos olhos sofrem cada vez mais com a dinâmica intensa de luminosidade.

A vista cansada é um dos principais problemas dos dias de hoje, sem contar com o aparecimento de outros problemas na visão, dor de cabeça, irritabilidade, falta de concentração e prejuízos na qualidade do sono.

Veja o vídeo e saiba mais sobre os cuidados necessários para amenizar esses impactos e entender como lentes de contato são boas opções para quem precisa corrigir problemas de visão.

Você também pode ver essa reportagem no site O Globo ou no Techtudo.

As queixas a respeito de dores de cabeça e cansaço na vista estão cada vez mais frequentes.

Existe um estudo feito na China com 120 mil crianças em idades que vão dos cinco aos oito anos: em 2019, 5% delas eram míopes; de 2019 para 2020, o índice passou para 20%.

Esse aumento é consequência da relação entre o excesso de telas digitais e a falta de luz solar causados pela pandemia

DICAS DE CUIDADOS COM OS OLHOS

  • Seguir a técnica “20-20-20”, que orienta que a cada vinte minutos a pessoa olhe para uma distância de seis metros (ou 20 pés) por 20 segundos
  • Piscar mais enquanto está em frente à telas digitais
  • Pingar colírio lubrificante prescrito por um oftalmologista pelo menos três ou quatro vezes ao dia
  • Beber bastante água ajuda na hidratação dos olhos
  • Escolher lentes de contato que deixam os olhos mais lubrificados e tenham melhor sistema de umectação

DICAS DE CUIDADOS COM AS LENTES DE CONTATO

  • Nunca dormir de lentes de contato
  • Desprezar as lentes no tempo recomendado pelo fabricante
  • Guardar as lentes no estojo usando o produto próprio para armazená-las
  • Lavar o estojo uma vez por semana e trocar o líquido sempre que colocar a lente no estojo
  • Trocar de estojo regularmente, pelo menos 3 a 4 vezes ao ano

Gostou? Se tiver dúvidas, esteja a vontade para entrar em contato.

Dr. Hallim Féres Neto

Formado em Medicina pela Faculdade de Medicina do ABC em 2004, Residência em Oftalmologia pela Faculdade de Medicina do ABC em 2007 e especialização em Gestão em Saúde no Insper em 2015. É Cirurgião de segmento anterior no Hospital Israelita Albert Einstein desde 2010 Possui especialidade em: Cirurgia Refrativa, Catarata, Ceratocone e Adaptação de Lente de Contato

Deixe um comentário